Programa Ser Eficiente

sereficiente-1

Em 2006 iniciamos o Programa Ser Eficiente, que orienta os jovens da instituição acima de 14 anos com deficiência intelectual para o mercado de trabalho, abrindo as portas da participação social a todos os indivíduos em todos os setores da vida social com plenas garantias de integração.

Histórico Resumido

P 2005 – Como estratégia inicial realizamos parceria com a Petrobras (Projeto Remar / Ser Eficiente) para criação da Oficina de Marcenaria e da Loja Molekagem, espaço destinado a qualificação dos jovens e comercialização dos produtos confeccionados por eles nas oficinas da escola.

P 2006 – Contratações de técnicos e formação de equipe e criação do Programa NOT (Núcleo de Orientação ao Trabalho).

P 2009 – Premiado e reconhecido seu potencial pelo PIP FIES 2009.

P 2010 – Reconhecido pela Fundação Banco do Brasil como Tecnologia Social.

P 2011 – O Programa passou a ser um Serviço da Instituição, chamado SER EFICIENTE, apontando metodologias com resultados satisfatórios para demanda atendida e com o desenvolver das ações, o Programa tornou-se uma Política Publica de Atendimento, fazendo parte da Rede Sócio assistencial do Município. E atuando na integração do jovem deficiente intelectual no mercado de trabalho. Para execução das ações, importantes parceiros como o Jornal A Tribuna e a TV Tribuna de Santos, que se tornaram empresas de responsabilidade social com essa demanda, através de um trabalho diferenciado, trouxeram importantes resultados e em 2012 resolvemos nos inscrever para concorrer ao FIES 2012.

P 2012 – No dia 26/11, recebemos a feliz notícia, que somos uma das 14 instituições finalistas, através do Programa Ser Eficiente, sendo a única de Santos e do Estado de São Paulo na categoria Educação para o Trabalho. Foram mais de 1.000 projetos que concorreram nas categorias: Educação do Trabalho, Educação Infantil, Educação Ambiental e Formação para Educadores de Educação Infantil e de Educação para o Trabalho.

P 2013 – No dia 22/11, realizamos com a UNIFESP – Universidade Federal do Estado de São Paulo o “Seminário Sobre Empregabilidade da Pessoa com Deficiência”, que contou com a presença de especialistas no tema, instituições, autoridades, relatos de empregadores e experiências de familiares. Encerramos o evento com a criação do Fórum de Empregabilidade da Pessoa com Deficiência.

acoes-1

O programa oferece ferramentas necessárias para facilitar o acesso de jovens com Deficiência Intelectual no mundo do trabalho.

Família: Orientação e Acompanhamento.

Empresa: Sensibilização, Análise de Posto / Funções e Acompanhamento Laboral (Emprego Apoiado).

Público Alvo: Pessoa com Deficiência Intelectual de ambos os sexos, com idade à partir de 16 anos.

Objetivos

P Proporcionar a todo jovem com Deficiência Intelectual, o direito a orientação e/ou treinamento sobre o Mundo do Trabalho.

P Promover a aquisição de hábitos, habilidades e atitudes para o Trabalho, facilitando sua integração e permanência no campo laboral;

P Possibilitar vivência em sala laboratório de cooperativa social, estimulando os jovens deficientes intelectuais e familiares ao empreendedorismo na formação de cooperativas.

Equipe do Programa

Assistente Social, Pedagoga Psicóloga e Terapeuta Ocupacional.

Formas de Acesso

A inscrição é realizada pela secretaria do CEB “30 de Julho”.

Documentos Necessários

P RG;  P CPFP Comprovante de Residência;  P Laudo Médico com CID – Deficiência Intelectual.